© 2019 Por Verdeluz

  • Verdeluz

O Povo: Asfalto de rodovia na Sabiaguaba é substituído dois anos após críticas

Data: 05/08/2016

Veículo: O POVO

Disponível em: https://www20.opovo.com.br/app/opovo/cotidiano/2016/08/05/noticiasjornalcotidiano,3643688/asfalto-de-rodovia-na-sabiaguaba-e-substituido-dois-anos-apos-criticas.shtml


Foto: Tatiana Fortes

O asfalto revolvido da rodovia CE-251, a Estrada da Sabiaguaba, poderia ser cenário de destruição, mas é o resultado de uma luta empreendida há dois anos pelo Conselho Gestor da Sabiaguaba (CGS). Ladeando dunas, em Área de Proteção Ambiental (APA) e, em parte, dentro do Parque Natural das Dunas da Sabiaguaba, o trecho da estrada é de responsabilidade do Departamento Estadual de Rodovias (DER) e terá o asfalto substituído por pavimentação intertravada.


O asfalto está sendo retirado, conforme relatos de moradores, desde a última terça-feira, 2, de 600 metros da estrada no sentido Eusébio-Caça e Pesca e será substituído por bloquetes. Os 600 metros do sentido inverso, segundo operário da obra que preferiu não ser identificado, serão refeitos tão logo o primeiro trecho seja concluído.


A substituição atende a condições contidas na aprovação do conselho para a obra, que recomendava ainda passagem de fauna. Beatriz Araújo, diretora do Instituto Verde e membro do CGS, estima que a velocidade dos veículos diminua no trecho e que a permeabilidade, permitida pelo novo piso, seja recuperada. “Mas, infelizmente, não vai diminuir o fluxo constante, inclusive com veículos de grande porte”, lamenta.


O ritmo mais lento dos carros já seria um alento para a camareira Francivania Holanda, 32, que se preocupa constantemente em deixar que os filhos atravessem a rodovia e acessem a duna, seja para o jogo de vôlei ou para ver o pôr do sol. “Até a brincadeira das crianças essa estrada atrapalha”, aflige-se.


Recolhendo lixo na área, o policial militar Francisco José da Silva, 39, comenta que o volume de garrafas na beira da estrada só aumenta. “Além disso, ainda tem a duna que invade a estrada, e vem caminhão recolher a areia. Essa duna não é metade do que já foi”, descreve o desmonte.


Por facilitar o acesso dos moradores a outras áreas de Fortaleza, a rodovia tem a aprovação de parte da comunidade. Mas mesmo os moradores ouvidos pelo O POVO que veem o lado positivo ponderam sobre o porte da rodovia. “A estrada é muito boa pra gente, se for olhar que agora é mais fácil pra entrar e sair da Sabiaguaba. Mas, pelo lado do meio ambiente, a gente sabe que trouxe problema”, opina a dona de casa Inácia Sousa, 20.


Beatriz Araújo aponta que uma estrada que tivesse uso de turismo ecológico e atendesse aos interesses da comunidade seria o padrão ideal. “Uma rodovia desse porte é descontextualizada para um parque e vai de encontro com a integridade ecológica”, salienta.



Saiba mais 

Beatriz Araújo relata que uma ação civil, movida pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), pede retirada da rodovia da APA devido à interferência na área de dunas e à especulação imobiliária estimulada pela estrada.


Questionado pelo O POVO quanto à construção com pavimentação irregular no local por quase dois anos e sobre quando o piso intertravado terá implantação finalizada, o DER limitou-se a responder que a intervenção “atende reivindicação” do CGS. 


A Secretaria Municipal do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), que faz parte do CGS e concedeu a anuência da obra, reforçou informações semelhantes às do DER.

1 visualização